O câncer de mama, desde o diagnóstico até o final do tratamento, precisa ser conduzido com abordagens que contemplem o acolhimento e a qualidade de vida da paciente, isso significa oferecer um tratamento humanizado. E esse é o caminho trilhado pelo Instituto Curitiba de Saúde – ICS na atenção ao beneficiário durante todo o processo de acompanhamento oncológico.

O médico mastologista normalmente recebe pacientes encaminhadas pelos ginecologistas, devido alguma alteração nos exames de rotina, ou diretamente no consultório com queixas de mama em geral, onde a paciente identifica ter palpado algum nódulo, observação de presença de alguma secreção saindo do mamilo, alteração na pele da mama ou na região das axilas.

“É importante as pacientes, principalmente depois dos 40 anos, realizarem exames de rotina, entre eles a mamografia, porque o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres e quando diagnosticado precocemente, antes de ser uma lesão palpável, a chance de cura é bem maior”, relata a mastologista do Centro Médico do ICS, Dra. Alessandra Amatuzzi Cordeiro Fornazari.

A partir do diagnóstico, começa uma investigação para identificar o tipo de câncer e iniciar o planejamento terapêutico. No Centro de Saúde do ICS, as beneficiárias contam com uma equipe multidisciplinar: mastologistas, oncologistas clínicos, cirurgião plástico, enfermeira navegadora, psicólogos e fisioterapeutas, engajados como equipe de apoio total à paciente.

“A equipe multidisciplinar ajuda muito em todo o processo, pois não é fácil ter um diagnóstico de câncer de mama. São diversas informações em um curto período e muita coisa para a paciente assimilar, deixando-a ainda mais ansiosa”, relata o mastologista do Centro Médico do ICS, Dr. Leonardo Paese Nissen.

Paralelo às consultas com os mastologistas, a paciente também passa por acompanhamento com o oncologista clínico, que determinam o tratamento mais adequado, levando em consideração o tipo de câncer, estágio da doença, idade e histórico de cada beneficiária, avaliando as opções que vão ofertar o melhor resultado.

“A definição do tratamento avalia se a paciente fará quimioterapia ou radioterapia, quando será iniciado, antes ou depois da cirurgia de retirada do câncer, ou ainda, em alguns casos onde não há essa necessidade ” relata a oncologista do ICS, Dra. Ana Cláudia KutaxBuiar.

Hoje é possível ofertar um tratamento oncológico personalizado no Centro Médico do ICS. Não existe uma receita pronta para todos os pacientes. Cada caso é um caso, pois depende da peculiaridade de cada paciente.

“A personalização do tratamento para cada tipo de paciente é feito muito bem no ICS, por conta da equipe multidisciplinar estar presente o tempo todo e trabalhando em conjunto”, complementa Dr. Leonardo.

Outra preocupação do ICS é com a qualidade de vida em todos os estágios que a paciente se encontra. “Um novo serviço de cuidados paliativos vem sendo oferecido, para as pacientes com diagnósticos mais avançados. Não basta apenas curar, mesmo esse sendo o principal objetivo. A paciente precisa ter qualidade de vida, pra viver com dignidade ao lado de seus familiares e amigos” frisa Dra. Alessandra.

A equipe multidisciplinar deixa claro, que o acompanhamento da paciente é para vida toda. O intervalo deste acompanhamento é mais curto nos cinco primeiros anos. Depois disso é feito acompanhamento anual, e isso é extremamente necessário para ver se não tem nenhuma recidiva, ou seja, o retorno do câncer.

Atendimento Humanizado na Mastologia
Compartilhe esta notícia: