Dia Mundial da luta Contra a Malária

Neste domingo (25) celebramos o Dia Mundial da luta Contra a Malária. A data visa conscientizar a população para essa perigosa doença que atinge milhões de pessoas anualmente no mundo.

A malária é uma doença infecciosa febril aguda transmitida pela picada da fêmea do mosquito Anopheles, infectada pelo microrganismo Plasmodium.

Típica do clima tropical, no Brasil a maioria dos casos de malária ocorrem na região Norte. Os sintomas mais comuns são: calafrios, febre alta, dores de cabeça e musculares, cansaço e náuseas.

No Brasil, o método oficialmente adotado para o diagnóstico da malária é o “gota espessa”. Simples, eficaz, de baixo custo e fácil realização, a técnica é considerada padrão-ouro pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O procedimento baseia-se na visualização do parasita através de microscopia óptica, permitindo análise da sua morfologia e estágios de desenvolvimento.

O tratamento é feito com medicamentos antimaláricos que dependem da idade da pessoa, da severidade dos sintomas e do tipo de parasita que causou a malária.

Normalmente os procedimentos são feitos de forma ambulatoriais. Somente nos casos mais graves, o tratamento é realizado em hospitais.

O Sistema Único de Saúde (SUS) fornece gratuitamente a medicação.

Luta Contra a Malária
Compartilhe esta notícia: