Dia Mundial da Conscientização do Autismo

Nesta sexta-feira (2), celebramos o Dia Mundial da Conscientização do Autismo. A data, escolhida pela Organização das Nações Unidas (ONU) tem o objetivo de chamar a atenção para o transtorno que atinge milhões de pessoas no mundo. O Dia Nacional de Conscientização sobre o Autismo foi instituído na mesma data.

Difundir informações para a população sobre o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) ou, simplesmente, autismo, é uma busca para reduzir a discriminação e o preconceito, além de trabalhar a inclusão social e participação efetiva desses cidadãos na sociedade.

O autismo é caracterizado por importantes alterações no comportamento e em geral aparecem antes dos três anos de idade, podendo ser percebidas, em alguns casos, já nos primeiros meses de vida.

Os sintomas mais comuns são dificuldades de comunicação e interação, levando a falar e olhar pouco para as pessoas e não demonstrar emoções. Além disso, o comportamento do autista tende a ser repetitivo em áreas de interesse.

As causas ainda não estão claramente identificadas, mas há pessoas que apresentam quadros leves e podem viver de forma independente. Outras precisam receber atenção e assistência pelo resto da vida. Assim, a partir do momento em que for identificado o autismo, cada caso deve ser avaliado por uma equipe multidisciplinar que vai desenvolver um programa de atendimento personalizado, conforme a necessidade de cada pessoa e cuidados específicos ao longo das diferentes fases da vida.

Pessoas afetadas precisam de uma atenção especial e o diagnóstico precoce antecipa o tratamento, amenizando possíveis conflitos e sofrimentos. Apesar de não ter cura, terapias, medicamentos e muita atenção podem proporcionar qualidade de vida para os pacientes e suas famílias.

Dia Mundial do Autismo
Compartilhe esta notícia: