Beneficiários do Instituto Curitiba de Saúde (ICS) contam com atendimento de acupuntura disponível no Centro de Saúde e com isenção de coparticipação.

O serviço também é oferecido na rede credenciada, porém fora do ICS requer o pagamento de coparticipação.

Para agendar o atendimento no Centro de Saúde do ICS, o paciente deverá ser avaliado por um médico que considere adequado encaminhá-lo para esta terapia complementar.

“Os médicos compreendem que a acupuntura pode auxiliar os pacientes crônicos que não tenham evolução significativa. A técnica pode melhorar a qualidade de vida do beneficiário”, declara a fisioterapeuta Lizianne de Cassia Souza Dias, especialista em acupuntura contratada pelo ICS.

Como funciona

A acupuntura é uma técnica da medicina tradicional chinesa. Utiliza agulhas que são inseridas na pele, de forma superficial, mas em pontos específicos (acupontos), que geram um estímulo físico capaz de acessar o sistema nervoso e trazer mudanças à saúde do paciente.

“Além do efeito energético, a acupuntura proporciona efeitos fisiológicos. Dependendo do ponto, pode ter ação anti-inflamatória, analgésica, ativar a imunidade, estimular diversos sistemas do organismo, como o respiratório, o digestório, o endócrino, o sistema nervoso, por exemplo”, explica Lizianne.

A acupuntura é indicada nos casos de dores agudas e crônicas, como enxaqueca, dores musculares e articulares. Também auxilia nos casos de insônia, controle da ansiedade, síndrome do pânico, estresse.

Lizianne acredita na eficácia do tratamento especialmente na prevenção de doenças, quando os sintomas começam a aparecer.

Sem agulhas também

Quase todos os atendimentos se estendem com o uso da auriculoterapia, técnica minimamente invasiva que faz os estímulos em pontos das orelhas, sem agulhas. São utilizadas sementes como as de mostarda fixadas na pele com micropore (geralmente usado em curativos). Cada ponto na orelha reflete uma parte do organismo.

Os pontos definidos pela profissional são aqueles que têm sensibilidade alterada e eles precisam ser pressionados durante alguns dias. “O tratamento não se limita ao consultório. O paciente leva o tratamento para casa”, diz Lizianne.

A especialista explica que a auriculoterapia também pode ser a opção quando a gestante está no início da gravidez, se o paciente é um bebê e a mãe prefere não utilizar as agulhas ou quando trata-se de idoso com desidratação.

Serviço

O serviço de acupuntura do ICS garante uma sessão por semana, ao longo de cinco semanas. Depois deste período, o paciente é reavaliado pela especialista e o tratamento poderá ter continuidade, caso ela considere adequado ao caso. Só depois da alta, o paciente retorna ao médico que o encaminhou.

O agendamento é feito pelo telefone 3131-6100, ou diretamente no setor de Atendimento ao Beneficiário, localizado no andar térreo do Centro de Saúde.

Acupuntura
Compartilhe esta notícia: